Amigas de verdade?

amigas-de-verdade

Best friends forever? Talvez você deva reconsiderar suas amizades. Principalmente depois de subir na balança. Estudo revela que o sedentarismo é contagiante. E os culpados são as pessoas mais próximas.

Leia mais:

Alimentando amizades – Campanha estimula conversas entre estranhos
Mais leve até na conta – Restaurante dá desconto por crianças comportadas

Sente-se preguiçosa?

Segundo um novo estudo, a culpa é dos seus amigos.

A pesquisa foi feita pelo Instituto Nacional da Saúde e Pesquisa Médica (França).

Aparentemente, o comportamento de outras pessoas pode influenciar traços de personalidade como preguiça e impaciência.

E isso acontece sem que ninguém perceba.

Para chegar a esta conclusão, foram feitos testes com 56 pessoas.

Neles, os participantes tiveram que tomar decisões envolvendo riscos, atrasos e esforços.

Como resultado, os voluntários mudaram as respostas após saberem das respostas dadas por personagens fictícios.

O entendimento é que imitamos inconscientemente as atitudes dos que nos cercam.

Principalmente o círculo mais próximo de amizades, o que inclui as “BFF” e família.

A descoberta é uma surpresa, já que se acreditava serem estes traços únicos de pessoa para pessoa.

“Estes traços de personalidade conduzem a maioria de nossas decisões diárias, feitas de negociações entre a perspectiva da recompensa e os custos, como o risco e o esforço”.

A declaração é de uma das autoras, Dra.  Jean Daunizeau.

O que é surpreendente é que esses comportamentos, aparentemente únicos, “sejam tão voláteis e propensos à influência dos outros”.

Essas mudanças subconscientes de atitude podem estar entre os muitos fatores que contribuem para o alinhamento natural dos comportamentos humanos coletivos.

Um fenômeno conhecido como “comportamento de manada”.

Ainda não está claro como este tipo de atitude contágio se compara a outras formas de feedback ou pressão alheia.

Ou como os comportamentos podem mudar se as pessoas deles tomam consciência.

Por estes motivos, os cientistas declararam que mais pesquisa são necessárias.

Entretanto, ressaltam que os resultados não são destinados a desencorajar amizades.

Mas certamente não fará mal para as pessoas cercarem-se de outras cujas atitudes admiram.

O estudo foi publicado no periódico científico PLOS Computational Biology.

Tags: , , , ,