Você tem academiafobia?

Academiafobia

É a síndrome da mensalidade paga: quem não têm costume em malhar junto com outras pessoas fica intimidado. E não volta nunca mais. Mulheres, mais conscientes e críticas em relação à sua própria forma, são as que mais se afastam dos olhares alheios.

Leia mais:

Minha primeira corrida de rua – Guia fácil para você estrear com brilho
20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)

A pesquisa foi conduzida pela revista Cosmopolitan Body.

Foram feitas 546 entrevistas, com homens e mulheres, sobre sua relação com a academia.

As diferenças encontradas são muitas.

Para começar, diferem os objetivos.

As mulheres procuram malhar para perder peso. Já os homens só querem ficar fortes.

O estudo, realizado na Grã-Bretanha, revela que homens também passam vergonha, mas por medo de demonstrar não saber mexer nos aparelhos.

84% prefere não fazer o exercício a ter que perguntar como o aparelho funciona.

Com “raivinha”, 1% deles simplesmente abandonam a academia, quando passam por esta situação.

Para as mulheres, apenas 8% delas se incomoda em perguntar.

Entre os dois sexos, outras coisas que afastam os novatos são o cheiro (8%) e máquinas suadas (11%).

Já ficar pelado no vestiário incomoda menos a eles (27%) do que a elas (97%).

Para desistir, são muitos os motivos.

Perdemos o foco muito fácil.

E o objetivo está lá, toda vez em que subimos na balança.

A mensagem é de que devemos encarar nossos medos.

Que estão apenas do outro lado do espelho.

Tags: , , , ,