Academia só funciona com objetivo

Você se esforça e até frequenta a academia com assiduidade, mas não vê resultados. Estudo americano revela segredo, que já está com você, para fazer a malhação dar certo de…

Tempo de leitura: 5 min.

Você se esforça e até frequenta a academia com assiduidade, mas não vê resultados. Estudo americano revela segredo, que já está com você, para fazer a malhação dar certo de uma vez.

Leia mais:

20 minutos para mudar a sua vida – Veja o LIT (Lucilia Intensive Training)
Pouco exercício já é o bastante – Nenhuma desculpa cola mais

Como diversos estudos já comprovaram, 95% das pessoas não cumprem a quantidade de exercícios recomendada.

Algumas pesquisas sugerem que praticar ao menos algum exercício é melhor que nenhum.

Agora, um novo estudo resolveu descobrir o que distingue as pessoas que se encontram motivadas a malhar regularmente do restante da Humanidade.

Os cientistas da Universidade do Colorado (Estados Unidos) entrevistaram 104 pessoas sobre seu condicionamento físico.

E perguntaram também como os voluntários avaliavam seus níveis de otimismo e propósito.

Para não contar apenas com a boa vontade e sinceridade dos participantes, todos utilizaram acelerômetros para medir sua atividade física, por três dias seguidos.

Como resultado, aqueles que responderam ter um forte senso de propósito na vida revelaram ser os fisicamente mais ativos.

“Lembrar-se do que dá significado e propósito à sua vida, e conectar-se a um motivo pelo qual você queira se manter fisicamente ativa, pode melhorar as chances de que o hábito permaneça”.

A declaração que resume o significado desta descoberta é de uma das autoras do estudo, Dra. Stephanie A. Hooker – em entrevista à revista Time.

Gostar de praticar atividade física não é um comportamento inerente de todas as pessoas.

“Mas conectar estas atividades a valores maiores e objetivos mais íntimos pode aumentar a probabilidade de que as pessoas se envolvam nestes comportamentos em uma base cotidiana”.

Mas, podemos desenvolver ou renovar um propósito de vida?

A Dra. Hooker acredita que sim.

“Existem várias maneiras de ativar um propósito e fazer conexões com as razões mais profundas para alguém querer se engajar em comportamentos saudáveis”.

“Muitas vezes, isso é feito através de uma escrita reflexiva, onde você registra seus pensamentos e exercita o pensamento em valores e objetivos de longo prazo”, ela sugere.

Portanto, o pensamento deve ser mais profundo.

Se você decide perder peso, deve pensar no motivo pelo qual deseja ficar mais magra.

Seja para voltar a usar as roupas preferidas, poder brincar com os filhos ou projetar uma imagem de superação, pergunte-se por que quer perder peso.

Ter claro os objetivos maiores nos faz ter prazer em superar os que podem ser considerados como degraus que nos levarão até lá.

Quem sabe uma boa música não ajude a dar aquele empurrãozinho – veja a playlist definitiva da motivação.

O estudo foi publicado no periódico científico Journal of Health Psychology.

Gostou desse artigo? compartilhe
Você em primeiro lugar

Junte-se a mais de 100,000 pessoas que recebem conteúdos semanais por e-mail.

Lucilia Diniz desmistifica o que significa viver bem a vida, por dentro e por fora.

Digite um endereço de e-mail válido.
COMPARTILHE ESTE POST
Instagram
YouTube
LinkedIn
Confira também